A eletrônica e a informática existem e apareceram no mundo, sem dúvida alguma, com o intuito de facilitar a vida das pessoas. O mau uso da tecnologia pode trazer consequências graves ao longo prazo, isto quando os danos não são imediatos. Mapas com radares e GPS com radar discriminado no mapa pode ser um auxílio prático, um exemplo do desenvolvimento da tecnologia. Mas é um bom exemplo de mau uso da tecnologia, pois o mapa de radar acaba mais prejudicando o trânsito brasileiro do que ajudando. Como?

GPS com mapa de radar: qual o problema?

Não há nada demais em querer saber em que lugar da cidade existem radares instalados. Para isto existem muitos sites com uma lista de radares online que pode ser consultado a qualquer momento, de graça. O problema é quando um GPS com detecção de radar é usado com o intuito de permitir ao motorista abusar da velocidade nos trechos onde não existem radares. A afirmação pode parecer um pouco óbvia, mas isto vai muito além de uma questão de princípios, pois influencia diretamente a segurança de todos os brasileiros nas estradas e ruas. É egoísmo demais acelerar “onde pode” e tirar o pé do acelerador “onde não pode”. Há um limite de velocidade em todas as ruas e estradas no Brasil, e estes limites devem ser respeitados para garantir a segurança de todos.

Diferença entre se informar sobre radares e usar a informação para burlar a lei

Não é uma decisão muito inteligente usar o GPS com mapa de radar para acelerar e não ser multado. Use apenas para se informar melhor, pois ainda existem muitos radares móveis, como o da foto, que podem resultar em uma multa. (Foto: www.motorcycleradar.com)

Dirigir com emoção ou com segurança?

Dirigir em alta velocidade tem, sem dúvida, uma grande dose de emoção. Em geral, tal emoção sempre tem uma relação direta com o risco no qual o motorista se coloca, além do risco em que ele coloca outras pessoas. Ao utilizar um mapa de radares em seu GPS, você deve garantir a si mesmo que o objetivo seja apenas informativo, caso contrário você poderá estar dando um mau exemplo para a sociedade e para todos que estão ao seu redor.

As consequências desta ação aparentemente inocente, podem vir a longo prazo. Pode vir, por exemplo, em uma tragédia no trânsito que envolva a sua família ou alguém próximo de você. E em geral, casos assim estão relacionados a abusos de velocidade. Conheço casos reais de situações assim que levaram as pessoas envolvidas a dirigir com muito mais responsabilidade, seguindo as leis de trânsito minuciosamente. Algumas, inclusive, fizeram até cursos de direção defensiva para poder praticar melhor a segurança na direção.

Considerações Finais

Esta argumentação introdutória, obviamente não esgota a discussão a respeito deste assunto. As possibilidade de uso de um GPS com radar são muitas e, certamente, eu não imaginei todas elas. Todavia, nosso aviso sobre segurança esta dado. E você, racionalmente, tem que avaliar como você está dirigindo e se a segurança de sua direção serve pra você e toda sua família. Compartilhe nos comentários também sua opinião: é a favor da instalação de mapas de radares em GPS? Tem um GPS que avisa quando tem radar? Qual a utilidade dele para você? Conte sua experiência!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)