No artigo de hoje vamos conhecer tudo sobre o motor rotativo. Saiba tudo sobre este que é um motor de combustão interna, mas ele funciona de uma maneira totalmente diferente do motor a pistão convencional.

Como seu próprio nome sugere, este motor funciona em um sistema rotacional, o que isso significa? Isso quer dizer que ele repete as mesmas tarefas continuamente, mantendo o mesmo tipo de atividade em todas as fases de seu funcionamento. Para entender melhor, vejam todas as fases e suas funções nas observações feitas a seguir:

  • Admissão – Esta fase do ciclo se inicia no momento que a ponta do rotor passa pela janela de admissão. Neste momento em que a janela de admissão é exposta à câmara, o volume da câmara está bem próximo do mínimo. Na medida em que o rotor vai se afastando da janela de admissão, este volume da câmara vai se expandir, aspirando à mistura ar-combustível para dentro da câmara.
  • Compressão – De acordo que rotor continua seu movimento pela carcaça, a diminuição do volume da câmara acontece e a mistura ar-combustível é comprimida. Neste instante em que a face do rotor passa pelas velas de ignição, o volume da câmara novamente ficará bem próximo de seu mínimo. É quando começa a combustão.
  • Combustão – Grande parte dos motores rotativos possui duas velas de ignição. A câmara é comprida fazendo com que a chama se propague lentamente. No momento em que as velas de ignição detonam a mistura de ar-combustível, exerce uma pressão que é aumentada rapidamente forçando o rotor a se mover na direção que faz a câmara aumentar de volume. Durante este processo, os gases continuam se expandindo e movendo o rotor, desta forma é gerada a potência, isso acontece até o momento em que o pico do rotor passe pela janela de escapamento
  • Escapamento – No exato momento em que o pico do rotor passa pela janela de escape, os gases ficam livres para fluir para o escapamento. Na medida em que o rotor continua se movendo, a câmara começa um processo de contração. Este processo força os gases de escape remanescentes através da janela. Assim que o volume da câmara estiver próximo de seu mínimo, o pico do rotor vai passar pela janela de admissão encerrando este ciclo e em seguida todo o ciclo começa novamente.
Como funciona o motor rotativo?

Infográfico do funcionamento do motor rotativo

Maior suavidade

Este tipo de motor é composto por um conjunto de peças que giram continuamente em uma direção. Isso faz com que os motores rotativos sejam mais balanceados internamente. Esta característica é responsável por diminuir bastante qualquer tipo de vibração do motor na hora de seu funcionamento.

Como funciona o motor rotativo?

Características das peças do motor rotativo

Chegou a hora de conhecer melhor cada peça que compõe este maravilhoso sistema que existe no motor rotativo. Confiram quais são e todas as suas funções abaixo:

Rotor

  • O rotor tem três faces convexas, cada uma atua como se fosse um pistão. Elas possuem um bolsão, ele aumenta a cilindrada do motor, isso permite que haja mais espaço para a mistura ar-combustível.

Carcaça

  • A carcaça possui um formato praticamente oval, este formato foi totalmente projetado para que as três pontas do rotor estejam sempre em contato com a parede da câmara, desta forma são gerados três volumes vedados de gás. As janelas de admissão e o escapamento estão localizados na carcaça.

Árvore de saída

  • A árvore de saída tem lóbulos arredondados, eles são deslocados em relação à linha de centro da árvore. No processo, cada rotor se encaixa em um desses lóbulos. De acordo com que o rotor segue seu caminho pela carcaça, ele vai empurrando os lóbulos. Esta força que o rotor exerce sobre os lóbulos é a força responsável por criar torque e fazer a árvore girar.

Certamente ficou bem mais fácil entender o funcionamento dos motores rotativos não é mesmo? Agora é chora de você deixar um comentário com sua opinião sobre nosso artigo, ajude-nos a deixar o site ainda melhor!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)