Carros elétricos: como funcionam?

Escrito na categoria "Automóveis e veículos" por André M. Coelho.

Apesar de ser considerado uma peça fundamental para ajudar na diminuição das emissões de gases poluentes, os carros elétricos também são controversos.

Algumas pessoas são contra já que a bateria tem um tempo de vida útil e depois é descartada. Assim, se não houver um processo de reaproveitamento, elas se tornaram extremamente poluentes para o meio ambiente e não cumprem o seu papel.

Sem contar que a maioria dos carros elétricos são alimentados por energia elétrica que, muitas vezes, agridem o meio ambiente quando as usinas são construídas.

Porém,  já existem carros elétricos que são abastecidos de hidrogênio e portanto, totalmente ecológico, mas o custo de produção ainda é bastante elevado.

Mas, independente de opiniões, o assunto em questão é sobre o funcionamento dos carros elétricos.

Carros elétricos

Carro elétrico movido a bateria

Os carros elétricos possuem um motor elétrico no lugar de um motor à combustão, essa é a principal diferença. Outra característica marcante dos veículos elétricos é que eles não fazem praticamente nenhum barulho, não dá para notar a diferença entre o carro ligado e desligado.

Para um carro elétrico funcionar é necessário a combinação de três itens: motor elétrico, bateria(s) e regulador de motor. O regulador obtém energia da(s) bateria(s) e a transmite para o motor.

No pedal do acelerador há dois resistores variáveis (potenciômetros) que transmitem um sinal para o regulador. Isso possibilita que o regulador identifique quanto de energia será necessária.

São utilizados dois potenciômetros, ao invés de um, afim de evitar possíveis problemas e acidentes (como ele ficar preso na posição de máxima aceleração). O regulador recebe sinal de ambos e identifica se os sinais são semelhantes.

Caso os sinais sejam diferentes, o regulador fica inoperante. Se estiver tudo certo, o regulador “pulsa” o motor e este envia a quantidade de energia necessária fazendo com que o veículo entre em movimento.

Os carros elétricos utilizam a bateria de 2 formas: corrente contínua gerada diretamente pela bateria e corrente alternada a partir de inversores de tensão, para alimentar os motores. Em geral há também circuitos que dão aos freios a capacidade de recarregar as baterias pois a força exercida durante as frenagens retorna em forma de energia para a bateria.

Aproveite e saiba mais sobre o carro híbrido mais vendido do mundo e que será comercializado no Brasil: o Toyota Prius.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário