Quem tem problemas com furos recorrentes no pneu precisa investigar melhor as causas. O quanto antes você descobrir as causas, melhor, porque garante um dinheiro a mais no seu bolso e claro, maior segurança para o motorista e seus passageiros.

Os motivos mais comuns para o pneu continuar furando mesmo depois da troca são descritos em detalhes abaixo.

Pneu furado com frequência: alguma coisa afiada fica presa no pneu

Se você não remover o objeto que causou o furo no seu primeiro pneu, ele provavelmente vai furar a câmara que o substituiu também.

O que é preciso fazer? Depois de um pneu furar, inspecione o exterior do pneu para o objeto que o furou. Retire cacos de vidro ou outras coisas afiadas que estão presas no pneu. Em seguida, passe a sua mão ao longo do interior do pneu para verificar pequenos itens que estão cutucando através dele, mas faça isso bem devagar. O pneu está pronto para uma nova câmara depois de você ter removido todas as coisas afiadas dele. Em casos de pneu sem câmara, é necessário preencher o furo com o que os borracheiros chamam de “macarrão”, que é um adesivo e borracha expansíveis. Se estiver difícil detectar objetos, uma lupa pode ajudar a encontrar objetos não metálicos, e um ímã pode ajudar a encontrar os objetos metálicos.

O seu pneu está gasto e furando a câmara

Se a borracha de pneus está desgastada, os fios e arames que formam a estrutura do pneu podem ficar expostos. Quando isso acontece, o pneu fica muito mais suscetível a rasgar e furar. Com a proteção danificada, e a parte externa já desgastada, além do próprio pneu poder se danificar, fica mais fácil um objeto pontiagudo furar os pneus.

O que é preciso fazer? Um pneu irá furar uma vez que os fios e arames ficarem expostos. Já passou da hora de comprar pneus novos. É sempre melhor trocar o pneu bem antes que ele chegue a esse ponto. Troque seus pneus quando chegarem no TWI de desgaste (uma leve saliência de borracha, presente em um dos sulcos no seu pneu). Seus pneus traseiros vão sempre desgastar mais rápido do que os da frente, mas trocar todos ao mesmo tempo é a melhor prática.

Nota: se a câmara já foi reparada, ou se tem mais de 5 anos, pode ser que o material dela está cedendo, e deve ser trocada.

Problemas causados por pneu furado

Um pneu que fura com frequência é, com certeza, sintoma de um problema não solucionado. Encontre a causa desses furos frequentes antes que um acidente aconteça. (Foto: en.wikipedia.org)

Câmara de ar furada durante a troca

Se o pneu prende a câmara de ar contra o aro, ou o borracheiro realizando a troca não toma os devidos cuidados, é fácil o pneu ser furado novamente durante a troca. A câmara de ar deve ficar solta dentro do aro, e deve ser trocada com muito cuidado, após ser colocada a proteção de borracha na parte metálica da roda.

O que é preciso fazer? Encha a nova câmara um pouco para que ela mantenha sua forma redonda antes de colocá-la de volta no pneu. Coloque o protetor de aro, que é uma tira de borracha que protege a câmara das partes metálicas do aro. Passe a válvula através do orifício da válvula e, em seguida, pressione o tubo entre as paredes para que ele se assente corretamente na roda. Não permita que qualquer parte do tubo fique fora do pneu enquanto estiver fazendo a reinstalação. Uma vez que o tubo estiver colocado na roda use as mãos, uma alavanca de plástico, ou uma máquina automática, para colocar o pneu de volta na roda. Se utilizar uma alavanca para levantar o pneu para a roda, a própria alavanca pode oscilar e fazer um buraco no tubo, comprimindo-o contra a parede lateral de metal. Cuidado! Usar vaselina nas bordas de metal do aro pode ajudar bastante na remoção.

Dirigir com pressão baixa nos pneus e atingindo um objeto na estrada

Se seu pneu estiver sub-inflado e você bater em um buraco ou outro objeto na estrada, o pneu vai bater contra o aro e furar por conta do impacto. Buracos, quebra-molas, pedras maiores, tudo isso pode furar seu pneu.

O que é preciso fazer? Infle seus pneus regularmente, com a pressão recomendada pela fabricante do veículo no manual. E mantenha sempre um olho na estrada. Evite buracos e outros obstáculos da roleta russa das estradas brasileiras, pois é melhor maneira de evitar que o pneu fure. Se um objeto no caminho é inevitável, desvie o veículo suavemente, ou pressione os pedais de freio para reduzir o impacto do objeto ou buraco.

A proteção de borracha do aro não está cobrindo o aro inteiro

Antes de colocar uma câmara nova nos seus pneus, você deve colocar uma tira de proteção. Essa tira evita que parafusos e demais protuberâncias metálicas dos pneus não furem a câmara.

O que é preciso fazer? Troque a borracha de proteção, e verifique se ela foi instalada corretamente, cobrindo toda a parte metálica dos pneus.

Abaixo, um procedimento de conserto de pneu furado.

Ferrugem dentro do aro do pneu

Muitos pneus podem enferrujar “por dentro”, devido a alguma infiltração de água, ou umidade, que acumulou na parte interna. Essa ferrugem pode acabar atingindo a câmara e furar o pneu.

O que é preciso fazer? Tomando o cuidado com o protetor de borracha nos aros, você evita parte desse problema. Uma limpeza e tratamento do aro para ferrugem pode resolver melhor o problema.

Vacina contra furos de pneu

Ideal colocar na sua câmara para prevenir emergências. A vacina contra furos irá preencher furos no seu pneu temporariamente, e isso te dá um tempo para chegar a um borracheiro para a troca e reparo da câmara.

Tem mais algum motivo para furos recorrentes no pneu que esquecemos de colocar aqui?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)