Quem nunca parou em um sinal com vendedores ambulantes oferecendo trocar seu limpador de para-brisas? Se você é um cara esperto, nunca aceitou tais “ofertas”, pois uma instalação mal feita deste item de segurança de seu veículo pode causar danos irreparáveis no vidro frontal de seu veículo. Estes itens são responsáveis por manter sua visibilidade em dias de chuva e só devem ser trocadas quando estiverem ineficientes ou apresentarem defeitos.

Todas as vezes que você lavar o carro, teste seu limpador. Se você ver que algum trecho não foi limpado corretamente, algo pode estar errado. Talvez o para-brisas possa ter sido instalado incorretamente ou as palhetas (borrachas do limpador) estarem danificadas. Podem ser rachaduras, causadas pela alternância entre altas e baixas temperaturas e o tempo, pequenos rasgos ou o empenamento da lâmina. É comum ver veículos onde a estrutura sólida do limpador está  separada da borracha.

Por isso, após lavar o veículo e verificar o estado da palheta do para-brisas (a parte de borracha), precisará tomar uma providência para a troca deste item de segurança. Existem muitas opções no mercado, de diferentes valores e para todos os gostos de freguês. Mas este é um dos casos onde o preço do produto está diretamente ligado à qualidade do mesmo. Novamente, se você é um motorista consciente e sabe bem de como cuidar de seu veículo, você tem um kit reserva de palhetas no porta-malas ou na garagem de sua casa. A marca escolhida ficará ao seu critério, mas recomendamos também aquelas marcar utilizadas pela autorizada ou recomendada pelo seu mecânico de confiança. Fuja das marcas que os ambulantes vendem. Estes produtos são vendidos em grandes quantidades e fabricados com técnicas duvidosas.

Troca das palhetas

Tenha sempre palhetas reservas em mãos, prevenindo-se de ficar sem este item básico de segurança. (Foto: espacoford.com.br)

Neste link, você tem, em vídeo, as instruções para a troca da palheta. É um processo relativamente simples: com o veículo parado, vidros e palhetas preferencialmente secos, você puxará a haste da palheta para fora e retirará a palheta. O sistema de encaixe da palheta é um pouco diferente para cada veículo, mas é de fácil manipulação. Após a instalação e verificação da firmeza da palheta, jogue água sobre o vidro do carro (frontal ou dianteiro, dependendo das palhetas que foram trocadas) e teste a nova palheta. Se a limpeza foi uniforme, sem barulhos, a troca foi feita com sucesso.

Para conservar melhor suas palhetas, evite sempre usá-las quando os vidros estiverem secos. Isso pode facilmente danificá-las. Uma outra dica para otimizar a limpeza de seus vidros é sempre manter o reservatório dos lavadores cheio e com o aditivo limpador de vidro correto, protegendo seu veículo de arranhões e danos que podem prejudicar o valor de revenda do mesmo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)