O que você não sabia sobre pneus!

Escrito na categoria "Acessórios e opcionais" por André M. Coelho.

Se não fossem os pneus, a indústria automobilística não poderia ter desenvolvido os potentes e modernos veículos que existem atualmente. A idéia da criação dos pneus, revestimento das rodas, aconteceu em 1843 com Charles Goodyear e o processo de vulcanização da borracha.

De lá para cá, os pneus passaram por diversos processos e utilizaram diversas matérias-primas. A partir de 1974 foi criado a inovação mais importante em relação aos pneus e que é utilizada até hoje: o pneu runflat (que não precisa de câmara, pode rodar vazio). Infelizmente, ele é pesado e por isso, já estão sendo estudadas e desenvolvidas novas soluções mais leves, resistentes e ecológicas.

Muita gente considera que os pneus são todos iguais, só mudam de tamanho. O que a maioria não sabe é que, quando um novo carro é desenvolvido, junto com ele também é desenvolvido um novo pneu que se adapte às necessidades do veículo.

A montadora cria uma lista de requisitos (peso do veículo, frenagem, comportamento de digiribilidade em pista seca e molhada, mudança de faiza, etc) e envia para a fabricante de pneus.

Depois, são realizadas diversas reuniões entre as duas na qual são trocadas várias informações e testes para se chegar à uma definição. Muitas vezes, a montadora precisa rever o projeto do veículo porque o pneu, com as condições que ela precisa, podem ter um custo muito elevado e não valer a pena.

Pneus

Pneu e suas curiosidades

O período de criação de um novo pneu dura em média 2 anos. Após os testes e a definição do modelo ideal (peso, matéria-prima, tamanho, etc), as primeiras unidades são testadas nos protótipos do veículo que será lançado.

Somente, 6 meses antes do lançamento oficial do veículo é que o pneu final começa a ser testado. Após a aprovação nos testes de homologação eles, finalmente, podem ganhar as ruas.

A seguir, algumas curiosidades a respeito dos pneus:

Aproveite e saiba sobre o pneu que não fura e não precisa ser calibrado e a diferença de preço das rodas aro 17 cromadas.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário