Placa Mercosul: como solicitar e quanto custa?

Em Leis e trânsito por André M. Coelho

Os cinco membros completos do bloco do MERCOSUL usarão placas de número unificado para seus veículos de 0 km. As placas do MERCOSUL se assemelham a placas da União Europeia. Elas serão maiores que as atuais (400 milímetros de extensão por 130 mm de altura) e serão compostas por quatro letras e três números.

Um serviço de consulta regional também será criado para fornecer informações sobre proprietários, identificação de placa e modelo automático, visando combater o crime organizado no subcontinente.

O que é a placa nova do MERCOSUL?

Uma placa é exclusiva de cada veículo e é um padrão de identificação que precisa ser seguido em todos os países. No entanto, no ano de 2016, houve uma mudança sendo implementada nos membros do MERCOSUL. Os governos, em comum acordo, anunciara a implementação de um novo formato de matrícula para o carro e motocicletas. Todos os membros do Mercosul concordaram com essa decisão, e assim há um requisito único da placa de licença no MERCOSUL.

Embora uma placa seja exclusiva de veículos, às vezes é um grande desafio obter todas as informações válidas sobre os proprietários. Como há falta de informações sobre o proprietário, também há cada vez mais casos de roubo que estão sendo relatados todos os dias. No entanto, os benefícios de ter placa do Mercosul é que ele facilitará a troca de informações sobre os proprietários, a identificação de placas de licença, a marca e o número do modelo do carro, e outras informações vitais que ajudarão a resolver os problemas de roubo de carro em crescimento. Essas placas entraram em vigor desde 2016, mas ainda assim, há inúmeros veículos nas quais elas precisam ser instaladas.

Modelos de placas do Mercosul

A placa do Mercosul vai substituir a placa padrão do Brasil, e unificar as placas de todos os países membros do bloco econômico. (Imagem: AliExpress)

Como pedir a placa Brasil MERCOSUL? É obrigatória?

A placa do Mercosul só é obrigatória nos seguintes casos:

Para pedir a placa do Mercosul, é preciso emitir o CRV para o primeiro emplacamento, no DETRAN do estado, seguindo os passos do site. Assim, será possível o emplacamento e a concessão do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, o CRLV. Vários estados também permitem a escolha pela nova placa no emplacamento de veículos em que o emplacamento não é obrigatório.

Documentos para a placa do MERCOSUL Pessoa Física

Documento de Identificação (original e cópia);

CPF (original e cópia);

Comprovante de endereço ou domicílio (original e cópia) idêntico ao constante na nota fiscal;

Primeira via da Nota Fiscal;

Decalque do Chassi colado na Nota Fiscal (procedimento realizado pela concessionária ou na Central de vistoria do DETRAN).

Documentos para a placa do MERCOSUL Pessoa Jurídica

Sociedade Anônima – Estatuto e Ata

Contrato Social devidamente registrado na Junta Comercial (Cópia Autenticada)

CNPJ impresso do site da Receita Federal expedido até 30 dias;

Documento de Identificação e CPF dos sócios (cópia).

Documentos para a placa do Mercosul por Procurador

Procuração pública com fins específicos, com firma reconhecida e, se for firma reconhecida em outro estado, reconhecer sinal público do tabelião;

Documento de Identificação e CPF do procurador (original e cópia) e documento de identificação e CPF do outorgante (cópia autenticada).

Quais veículos podem usar a placa do MERCOSUL?

Essa mudança se aplica a reboques, motocicletas, semi-reboques, scooters, triciclos, ciclomotores, ciclo elétrico, quadriciclos, tratores e guindastes. O objetivo é ter toda a frota de veículos domésticos para ser executado neste ID único em todos os membros do Mercosul. O nome e a bandeira de cada país serão a adição a essa placa de número. Estas placas estão prontas para todos os novos ciclos e motocicletas.

Quem pode fabricar a placa do MERCOSUL?

Essas placas requerem processo de fabricação especializada por profissionais experientes. Como resultado, existem apenas fabricantes credenciados pelo Departamento Nacional de Tráfego (Denatran) para logística, produção, gerenciamento informatizado, impressão e distribuição de placas de fabricação. Uma vez credenciado, o fabricante terá 4 anos até que seja hora de renová-lo.

Quanto custa a placa do MERCOSUL?

O par de placas do Mercosul custa entre 10% e 20% do salário mínimo vigente. Vale lembrar que você pode usar as placas antigas se seu veículo as tem, só sendo obrigatória a troca em situações específicas.

É importante lembrar também que além dos custos das placas, há os custos do DETRAN para emplacamento e emissão do CRV e CRLV. Verifique no DETRAN do seu estado sobre as taxas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário