Tirar a carteira de habilitação no Brasil vai exigir de você seguir alguns passos para garantir que sua carteira seja obtida corretamente e legalmente. Para te ajudar a se planejar, listamos cada um dos passos necessários até a obtenção da sua carteira de motorista, de forma a facilitar o processo para os mais ansiosos.

Como tirar a habilitação: determinando a categoria de habilitação

As pessoas geralmente começam a tirar a carteira pela categoria A para motocicletas de duas ou três rodas, com ou sem carro lateral; categoria B  para veículos motorizados com peso máximo que não exceda 3,5 toneladas e não ultrapasse oito lugares, além do condutor; ou categoria AB, para quem está tirando a carteira dos dois tipos de veículos. A adição de novas categorias, como C, D, e E só pode ser feita após a carteira B ser tirada, além de ser necessário atender a alguns pré-requisitos.

Para se obter a categoria C na carteira que permite ao condutor dirigir tratores, máquinas agrícolas e veículos de carga com mais de 3,5 toneladas, é preciso estar há mais de um ano com a carteira da categoria B.

Para se obter a categoria D na carteira que permite ao condutor dirigir veículos utilizados no transporte de passageiros e com mais de 8 lugares, o condutor precisa ter mais de 21 anos, ter carteira na categoria B há pelo menos 2 anos, e ter carteira na categoria C há pelo menos um ano.

Para se obter a carteira na categoria E que permite dirigir veículos para transporte de passageiro ou carga que reboquem unidades com mais de 6 toneladas, tais como trailers e ônibus articulados, o condutor precisa ter mais de 21 anos e estar habilitado há mais de um ano na categoria C.

Note que o procedimento para adição de categorias é bem semelhante a tirar uma carteira nova, já que serão exigidos exames médicos e o exame de direção para o veículo correspondente à categoria. Exame teórico novo pode também ser necessário.

Como tirar a CNH: documentos e exames médicos

Para começar a fazer os exames médicos e antes de começar nas aulas de legislação, o candidato a carteira deverá apresentar originais e cópias dos seguintes documentos:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de endereço recente (até 3 meses antes da solicitação)
  • Protocolo de agendamento do site do DETRAN

O candidato a carteira deverá então comparecer à Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) onde foi feito o agendamento com o protocolo e os documentos para a confirmação do pré-cadastro e coleta biométrica.

Após esse pré-cadastro, o candidato deverá realizar exame médico de aptidão física e mental e avaliação psicológica. Aprovado nos exames, o candidato poderá passar para o próximo passo.

Carteira de motorista

Tire sua carteira de motorista e aproveite sua autorização para dirigir um veículo motorizado. (Foto: Driving.ca)

O passo a passo de como tirar a carteira de motorista: a etapa da legislação

Agora que começa mesmo o aprendizado para dirigir um veículo. Munido da aprovação no exame, é hora de ir até um Centro de Formação de Condutores do tipo A ou AB para começar o curso de legislação. Serão necessárias uma certa quantidade de horas a serem cumpridas em diferentes áreas da legislação. Antes de cada aula, é necessário registrar biometricamente sua presença na aula, usando o cadastro feito previamente no DETRAN.

Cumpridas as horas-aula, o CFC irá emitir um certificado de conclusão de curso e você poderá agendar o exame teórico  Marque a melhor data e horário para suas necessidades e, caso necessário, reagende o exame gratuitamente. Compareça ao local do exame com a documentação e comprovante de pagamento da taxa de exames teórico e prático.

Caso reprovado, pague novamente a taxa de exame e agende novamente o exame teórico.

Para adição de categoria, o procedimento é semelhante mas, por exemplo, quem vai adicionar categoria A a uma carteira B ou vice versa pode não ter que fazer o exame teórico novamente.

O passo a passo de tirar a carteira: a etapa prática

Após a aprovação no exame teórico, é hora de voltar ao Centro de Formação de Condutores para se matricular para o curso prático. O CFC imprimirá uma Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV), que deve estar com você em todas as aulas de direção que você tiver.

A partir daí, junto a um instrutor, o candidato a tirar a carteira precisará cumprir uma carga horária de direção na categoria pretendida. Após cumprir a carga, o candidato pode até fazer mais horas de direção, mas ele já poderá agendar o exame de direção.

O próprio Centro de Formação de Condutores agendará o exame prático junto à Ciretran. O candidato dirigirá o veículo do CFC no exame no local, dia e horário agendado. Caso reprovado no exame prático, é necessário pagar uma nova taxa e realizar novamente o agendamento do exame. O resultado é dado no mesmo dia do exame.

Caso aprovado, basta pagar as taxas necessárias para a emissão da Permissão para Dirigir ou para a alteração da carteira de motorista.

Nota importante: as taxas de exame médico e psicotécnico são pagas normalmente diretamente no local do exame.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)