O VIN (número de identificação do veículo) de um carro, também chamado de número de chassi, contém informações exclusivas sobre sua origem exata, o tipo de carro, o motor e quando foi construído, entre outros. Pense no VIN do seu carro como o equivalente automotivo do número de identificação de uma pessoa ou mesmo do DNA dela. Não existem dois veículos com o mesmo número, e pode ocorrer de um chassi ser remarcado.

O que significa veículo remarcado pelo DETRAN?

Quando um veículo se envolveu em um acidente, furto ou roubo e, por conta disso, teve alteração ou dano no número original do chassi, pode ocorrer uma regravação do mesmo. Danos como ferrugem ou outros podem também resultar na necessidade de remarcação do chassi.

A remarcação é necessária para que o número não se perca e a verificação pelas autoridades de trânsito não seja dificultada.

Chassi remarcado consta no documento, e agora?

Uma remarcação de chassi só ocorre com a devida autorização do DETRAN, e em estabelecimentos que estejam credenciados após comprovação da propriedade do veículo. Todas as informações são mantidas, inclusive o ano de fabricação.

A remarcação de chassi pode resultar em uma desvalorização de 20% a 30% no valor do veículo. Portanto, tenha isso em mente antes de comprar um veículo que tenha o chassi remarcado.

Mudança de chassi de veículo

Uma modificação no chassi só pode ser realizada com a devida autorização do poder público. (Foto: Pinterest)

O que é VIN do veículo?

Os VINs ou números de chassi são usados ​​na indústria automotiva para identificar veículos a motor individuais, veículos rebocados, motocicletas, bem como scooters e ciclomotores. Um VIN pode ser usado para rastrear coisas como apólices de seguro de um veículo, relatórios de acidentes ou quando o trabalho da carroceria ou do motor foi realizado em um veículo.

Uma breve história sobre os números de chassis

Os VINs foram usados ​​pela primeira vez em 1954, mas até 1981 não havia um padrão aceito para esses números, então fabricantes diferentes usavam formatos diferentes.

Em 1981, a Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário dos EUA padronizou o formato. O objetivo era fornecer uma descrição precisa de cada unidade quando os veículos começaram a ser produzidos em massa.

A partir e então, todos os novos veículos de estrada eram obrigados a ter um VIN de 17 caracteres quando vendidos. Neste padrão, os VINs podem não incluir as letras I, O e Q para evitar confusão com os números 1 e 0. Isso estabeleceu o sistema VIN fixo para os principais fabricantes de veículos, como é conhecido hoje.

Onde está o VIN do meu veículo?

Seu VIN de 17 caracteres geralmente pode ser encontrado no painel interno do lado do motorista, na parte inferior do para-brisa, mas também existem outras áreas onde ele pode ser encontrado, como o batente da porta do motorista.

Dependendo do fabricante do carro, há vários lugares diferentes em que o seu VIN pode aparecer no seu veículo. Confira o diagrama abaixo para ajudá-lo a localizá-lo:

Lembre-se: ao copiar o VIN do seu veículo, é importante observar que as letras I ou O nunca aparecerão no seu VIN. Estes sempre serão representados como os números 1 e 0.

O que significam os números e letras do chassi?

Como você já sabe, os VINs são todos padronizados e contêm 17 caracteres. Os caracteres VIN podem ser letras maiúsculas de A a Z e os números de 1 a 0. As letras I, O e Q nunca são usadas para evitar confusão com os números e nenhum sinal ou espaço é usado nos VINs.

A posição de cada letra ou número no código VIN revela informações importantes sobre um veículo. Onde o veículo foi fabricado, quem o fabricou, a marca e o modelo e várias outras características únicas e identificadoras estão contidas no número. Cada caractere ou dígito tem uma finalidade específica, como a seguir:

1º caractere: identifica o país onde o veículo foi fabricado.

2º caractere: especifica o fabricante.

3º caractere: indica o tipo de veículo ou a divisão de fabricação. Isso varia entre marcas e modelos de carros.

4º – 8º caracteres: revelam as características / atributos do veículo, como estilo de carroçaria, tipo de motor, modelo, série, etc. Mais uma vez, isso varia muito entre as marcas, modelos e equipamentos.

9º caractere: é um dígito de verificação de precisão do VIN, verificando os números anteriores no VIN.

10º caractere: indica o ano de fabricação.

11º caractere: especifica a planta de montagem onde foi fabricado o veículo.

12º a 17º caracteres: são sempre numéricos e indicam a sequência do veículo para produção, que saiu da linha de montagem do fabricante.

É isso aí, agora você sabe como interpretar o número do chassi do seu carro.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)