O desenvolvimento da borracha sintética e a escassez de pneus durante a Segunda Guerra Mundial foram os principais fatores para o crescimento da recauchutagem de pneus, o processo também conhecido como remold. Desde então, o procedimento teve consideráveis avanços de tecnologia, melhorando bastante a forma como o pneu é remoldado para o melhor produto possível. Uma das aplicações mais bem sucedidas dos pneus remold é na indústria da aviação, mas a indústria do transporte comercial e também civil encontrou um bom mercado para esses produtos.

Porém, sem dúvida alguma, o pilar da indústria de recauchutagem de pneus hoje está no remold de pneus de caminhões. Os pneus recauchutados de caminhões são a grande maioria no mercado, mas já vemos vários pneus recauchutados para carros e outros veículos de transporte não convencionais ganhando um grande destaque no mercado atual, pelo preço mais acessível e a questão de não perder a qualidade e nem segurança em relação a um pneu novo. Mas será que é assim mesmo? O pneu remold vale mesmo a pena ou é muito arriscado?

Pneu remold: o que é?

Um pneu remold ou recauchutado é um pneu que passou por um processo onde o pneu desgastado recebe uma nova banda de rodagem ou sulcos. Em um remold mais completo, um pneu também terá um novo verniz de borracha aplicado às paredes laterais do pneu, e geralmente receberá a nomenclatura remold, recondicionado ou recauchutado.

Pneu remold e sua funcionalidade

O remold é uma reciclagem do pneu, mas isso não significa que ele perde a qualidade por isso. (Foto: www.youtube.com)

 

Pneu remold é seguro? Vamos analisar

Pneus que são sujeitos à recauchutagem são primeiro levados a uma inspeção visual. A taxa de aceitação para pneus de caminhão que podem receber o remold é maior do que os pneus de passageiros por causa da construção mais forte de pneus de carga (normalmente já concebidos para a recauchutagem). Tal inspeção garante que os pneus estão em um padrão mínimo de segurança, e que ele manteve a quantidade de borracha e estrutura que garantirá que o pneu ainda mantém sua estrutura de sustentação antes do remold. Se essa estrutura estiver danificada, o pneu é descartado. Se não estiver danificado, o restante da banda de rodagem é removido a um diâmetro especificado eletronicamente antes de ter início o processo de remold.

Depois de removida a banda de rodagem, o pneu ainda passará por um tipo de raio x específico para pneus, verificando a malha de aço que sustenta a borracha por quaisquer danos que possam ter prejudicado a estrutura do pneu.

Por fim, uma nova camada de borracha é então aplicada sobre o pneu, moldando a nova banda de rodagem, envolvendo certas etapas diferentes de cura e moldagem porque envolvem moldar uma nova borracha a uma estrutura já existente.

O pneu passa por uma nova série de testes de qualidade, assim como um pneu normal passaria para então receber o selo de qualidade e o certificado da empresa. Só então ele poderá ser comercializado.

Pneu remold vale a pena?

As normas e padrões para recauchutagem de um pneu são tão estritas ou mais estritas do que para um pneu normal. A questão é que assim como um pneu normal, a qualidade do remold vai variar bastante entre as empresas que fazem a recauchutagem. Um pneu remold pode ser tão seguro quanto um pneu novo, e durar até o mesmo tempo.

Vantagens do pneu remold

Um pneu remold vai gerar menos poluentes em sua construção, pois usa menos materiais. Em custos, a diferença de preço é muito pouca, devido a novas tecnologias sendo usadas para a construção de pneus, e a importação de pneus da China, que tem a fabricação muito barata. O resultado tem sido que a utilização de pneus remold tem tido uma queda considerável no uso, porque não tem compensado em relação a um pneu novo. Porém, o valor levemente mais barato ainda pode ser considerado uma vantagem do pneu remold em relação ao pneu novo.

Pneu remold para moto é bom? E para carro? E para caminhão?

pneus de veículos de passageiros e veículos leves de transporte não são projetados para recauchutagem. Mesmo que haja algumas marcas com pneus remold para motos, carros, e picapes, a diferença de preço em relação a um pneu novo é tão pouca que nem vale a pena a economia. Salvo em casos específicos, como pneus de veículos para uso off road, ou para uso em neve (que lembremos, não neva no Brasil).

No caso de caminhões e veículos de transporte pesado, o remold é ainda uma boa opção apenas se for bem feito. Muitas recauchutagens estão sendo realizadas em fábricas que não atendem a níveis básicos de qualidade, prejudicando muito a segurança do motorista. É uma economia que sai cara.

Portanto, verifique pelo selo do INMETRO, procure comprar o pneu de vendedores confiáveis. Desconfie se o preço do pneu estiver muito barato, e se a estrutura do pneu estiver muito diferente da de um pneu novo. Tome muito cuidado!

O que você acha sobre os pneus remold? Você compraria pneus remold ou pneu novo apenas? Por que?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)