Em busca que conquistar cada vez mais consumidores, a Volkswagen tem relançado diversos modelos que fizeram sucesso no passado.

Primeiro voltou o Voyage, depois o Fusca e agora, chega o Novo Volkswagen Santana.

O modelo, que foi aposentado no país em 2006, adquiriu diversos fãs ao longo dos anos e pretende retornar ao país (aposentando o Polo sedã). Com isso, a marca espera aumentar as vendas no segmento de sedãs, já que o Polo Sedã está ultrapassado e vende pouco.

Além de estar totalmente renovado, uma novidade do Novo Santana é plataforma. Para ganhar mais espaço, o veículo utiliza a plataforma PQ35 (a mesma da nova geração do Polo Sedã europeu, do Seat Toledo e Skoda Rapid) que proporciona 2,63 m de entre-eixos e um porta-malas com capacidade para até 480 litros.

O visual ganhou características da nova identidade dos veículos Volkswagen: fárois, lanternas e grades com linhas retas.

Frente do Santana 2013

Frente do Novo Volkswagen Santana

 

Traseira do Santana 2013

Traseira do Novo Volkswagen Santana

O modelo vendido na Europa e Ásia será equipado com duas novas opções de motores: 1.4 (com 90 cv de potência) e 1.6 (com 110 cv de potência). Ambos aspirados e com bloco de alumínio, quatro cilindros e 16 válvulas.

Além de mais potentes, os motores também são mais econômicos e menos poluentes: fazem em torno de 16 km/l e emitem 28% a menos de CO2.

Lá, o Santana será comercializado em três versões: Trendline, Comfortline e Highline. Os itens de série mudarão conforme a versão, entre eles: ar condicionado, freios abs com ebd, airbag frontal, lateral e cortina, som, bluetooth, teto solar, sensor de estacionamento, acabamento e bancos em couro, rodas liga leve e outros.

Painel do Santana 2013

Painel do Novo Volkswagen Santana

Por enquanto, o Santana 2013 será fabricado somente na China e vendido na Ásia e Europa. Quando for comercializado na América, o modelo deverá ser fabricado no Brasil ou no México (como o seu irmão mais chique, Jetta).

Assim que vier para o país, o modelo será posicionado no lugar do Polo Sedã (entre o Voyage e o Jetta) e os preços devem girar em torno de R$ 50 mil e R$ 65 mil reais, depende da versão.

O Novo Santana está previsto para desembarcar em terra tupiniquins no segundo semestre de 2013 ou, no mais tardar, no início de 2014. Quando chegar por aqui, seus principais concorrentes serão o Chevrolet Cobalt, Fiat Grand Siena, Nissan Versa e Renault Logan.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)