Carros rebaixados viraram moda a um bom tempo. A justificativa dos que optam pelo rebaixamento dos carros é basicamente a estética mais agressiva, e em segundo lugar a estabilidade. Entretanto, utilizando métodos errôneos, a almejada estabilidade dará lugar a uma série de problemas, bem como à diminuição do conforto.

Cortar as molas da suspensão ou rebaixar o carro esquentando as molas são os métodos mais utilizados e, entretanto, os mais problemáticos. Pois as molas esquecidas fazem com que seus elos se choquem com facilidade e a mola cortada altera a dinâmica do amortecedor. Essas pequenas alterações já podem causar acidentes graves e capotar o carro com facilidade. O modo mais apropriado para rebaixar carros é através da suspensão fixa, chamada também de “suspensão preparada”. Ela é também a mais indicada por também ser legalizada, ao contrário de outros procedimentos que não são autorizados.

Rebaixar carro popular

Gol rebaixado

 

Rebaixar carro

Como rebaixar carro

Conheça os principais tipos de modificação de suspensão para realizar o rebaixamento:

  • A suspensão fixa possui amortecedores com mais pressão e que suportem fortes impactos. As molas já são preparadas para a altura do carro, sem cortes e sem a necessidade de aquecimento, basta ser instaladas. As buchas de poliuretano também podem entrar no pacote da suspensão preparada, que é comprada pronta ou encomendada de acordo com as preferências.
  • A suspensão de rosca não é autorizada pela legislação, mas tem a vantagem de poder modificar a altura do carro.
  • A suspensão a ar também não é legal para carros, somente para caminhões. Carros com suspensão a ar chamam a atenção mas são perigosos e podem provocar capotagens.
Fazer rebaixamento de veículo

Modificar a suspensão do carro

A legislação vigente que permite a troca de suspensão e o rebaixamento é recente. Em 2008 o Denatran aprovou uma resolução permitindo a suspensão fixa para rebaixar o carro. Mas ainda que tenha sido legalizada, para realizar o rebaixamento é necessário notificar o Detran da sua cidade com antecedência, e realizar a mudança em centros mecânicos credenciados pelo Denatran. Na verdade qualquer mudança no veículo original e que contrarie o que está no registro do carro deve ser notificado para realizar a mudança nos documentos. Do contrário o carro entra na ilegalidade e pode ficar retido.  A nova suspensão somente poderá ser instalada com o aval do Detran, que emite o CSV (Certificado de Segurança Veicular) e o documento do carro atualizado.

Desvantagens carro rebaixado

Carro rebaixado encostando no chão

As possíveis consequências danosas de carros rebaixados são as trincas e rachaduras na carroceria, decorrentes de batidas no solo. Em casos mais graves a carroceria pode rachar e ter perda total. Por isso é preciso ponderar bastante antes de rebaixar o carro.

Um comentário para “Carros rebaixados: fotos e dicas!”

  1. alisson

    ola eu tenho um corolla 2003 com rodas 17, queria rebaixar ele e queria saber sobre a suspensao fixa… ql o melhor a fazer poderia me dar alguma dica ou preços da suspensao

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)