Carro de Garagem

Lançamentos, fotos, preços e notícias sobre carros!

Pesquisar no site

Como tunar um carro?

Tunar vem do inglês “tuning”, que significar algo próximo de “sintonizar, afinar” seu carro, fazendo com que você consiga tirar o melhor desempenho possível do veículo. Quando você vai tunar um carro, algumas peças terão de ser substituídas, modificadas e até excluídas do veículo. Contudo, nenhuma mudança deve ser feita sem antes consultar o manual do veículo.

Se o seu carro ainda estiver na garantia, as modificações podem resultar na perda da mesma. O manual então torna-se um ponto de referência para saber quais são os limites do veículo e assim, não fazer modificações que possam danificar seu carro. Pinturas e modificações estéticas são tidas como inofensivas. Mas até elas podem acabar levando seu carro para o ferro velho.

Não há como tunar um carro sem conhecer um pouco de mecânica e passar por todos os sistemas antes de começar o processo de tunar um veículo.

Filtros de combustível

Verifique o filtro de combustível e, se necessário, troque por um novo. Se você tem um sistema de injeção de combustível, a limpeza regular não é necessária a menos que os injetores estejam entupidos. Um filtro de combustível esportivo pode melhorar o desempenho do carro, mas aumenta o consumo e seu motor pode ficar sobrecarregado. Pense bem antes de fazer este tipo de mudança.

Velas de ignição

Troque as velas de ignição de acordo com a sugestão do fabricante. Examine também os cabos de vela e substitua-os, se necessário. Um novo conjunto de fios de alta qualidade vale a pena o custo. O que não pode acontecer aqui é você trocar a especificação da vela do motor, uma vez que isso pode causar danos irreparáveis ao cilindro por causa das explosões atrasadas ou antecipadas por causa da vela errada. Nenhuma vela vai melhorar o desempenho de seu veículo.

Auto Tuning

Neste veículo, pode-se notar que o dono focou mais as mudanças estéticas nas partes móveis do veículo na carroceria. (Foto: bestig.blogspot.com)

Tunando os carburados

Carros que não possuem injeção eletrônica precisam de cuidados para a regulagem do carburador mais constante. A marcha lenta deve ser verificada com frequência, além de manter uma boa limpeza do carburador. Em alguns veículos, é possível substituir o carburador por um similar de modelos mais recentes. Algumas pessoas mudam o diâmetro do carburador, que resulta em um maior torque e velocidade final. Contudo, ele perde a marcha lenta e o esforço a mais do motor pode reduzir sua vida útil. Aproveite e cerifique o ponto de ignição e os ajustes necessários.

Válvulas do motor

Ajuste as válvulas que for necessário (a não ser que o seu carro tenha válvulas hidráulicas). Certifique-se de substituir a junta da tampa da válvula e confirme se todo o sistema está bem lubrificado. Se não estiver, veja por que o sistema não está recebendo óleo suficiente. Há quem opte por cromar as peças visíveis do motor para que ele fique mais bonito. Esse é um tuning muito comum entre donos de muscle cars.

Portas e vidros

Aqui, não há muitas limitações: você pode instalar trios elétricos, sistemas de segurança, formas diferentes de abrir suas portas e muito mais. Seja criativo e faça um projeto bem feito para não se arrepender com uma porta emperrando depois.

Fluidos e filtros do carro

Verifique os fluidos sob o capô e reabasteça quando necessário. Filtros de óleo podem ser mudados para modelos mais esportivos, desde que tenham especificações que permitam o correto resfriamento do óleo do motor. Aproveite para verificar se o radiador está funcionando corretamente e os tubos não estão entupidos. Substitua o filtro de ar, o que deve ser mudado entre os serviços mais importantes. Nunca deixe seu veículo sem filtro de ar, mesmo que isso resulte em um ganho de desempenho. E não tente fugir das especificações do fabricante, usando o óleo recomendado e a quantidade certa. Mesmo que você tenha feito modificações no motor, as informações do fabricante são a base para esta manutenção.

Embreagem, acelerador, câmbio e volante

Ajustar a embreagem, se você tiver uma transmissão manual e o ponto da marcha lenta, para carros carburados. Carros com injeção eletrônica irão precisar de mais cuidados e equipamentos específicos. Você pode mudar os pedais sem muitos problemas e sem muita preocupação. As melhores opções são aqueles que tem travas para os pés, evitando assim que eles escorreguem e possam causar um acidente. Cuidado também na hora de escolher um câmbio e volante novo: respeite os tamanhos de fábrica para não atrapalhar a dirigibilidade.

Bateria e sistema elétrico

Se você estiver instalando modificações que irão puxar energia elétrica do carro, faça os cálculos para ver se a bateria aguentará a nova carga e se os fios suportam a tensão. Qualquer instalação de som mais potente, faróis de milha, faróis Xenon ou LED tem de ser bem analisados. Talvez seja necessário usar uma bateria só para os itens a mais que foram instalados. Um mecânico, técnico em eletrotécnica ou engenheiro podem te ajudar neste projeto. Cuidado para não desrespeitar as leis com os faróis Xenon.

Tuning de competição

Este é um claro exemplo de carro tunado para competições. Não recomendamos modificações deste tipo para quem vai ter um carro de rua. (Foto: drivingforcejapan.wordpress.com)

Rodas e pneus

Verifique se as rodas estão em perfeito estado de conservação. Caso estejam já no limite de rodagem, troque-as. Se você usa as rodas muito em ruas e estradas asfaltadas, opte por modelos on-road. Se você usa muito o veículo em terrenos mistos, use modelos on/off-road. Caso use o carro apenas em terrenos acidentados, compre um modelo de rodas off-road. Tal escolha influencia muito na dirigibilidade do veículo e no desgaste das rodas. Além disso, se você vai muito para terrenos acidentados, carros com aros maiores e pneus menores podem sofrer mais no terreno. É importante ver a relação proporcional entre pneus e os amortecedores. Quem tem veículos de cidade pode usar amortecedores mais baixos e pneus de aro maior. Já quem vai muito no off-road, isso já não uma opção, já que quanto maior o percurso do amortecedor melhor será para resistir a impactos e buracos.

Suspensão

Não corte a suspensão para rebaixar seu carro. Use suspensões originais e kits de rebaixamento feitos sob medida para seu veículo. Gambiarras vão danificar a lataria, eixos e muitas outras coisas que poderão até levar seu carro para o ferro velho ou acabar com o assoalho. Para modelos off-road tunados, um peito de ferro em conjunto com suspensões mais resistentes pode fazer um kit muito vistoso.

Tuning respeitando o projeto original

Perceba que o veículo da foto teve um tuning completo, incluindo no motor. Um tuning desse tipo só deve ser feito por profissionais, com um projeto muito bem feito e pensado. (Foto: mykarre.com)

Pintura, iluminação, aerofólios e acessórios

Seja feliz aqui também, variando suas escolhas e personalizando a pintura do seu jeito: pode ser com desenhos, iluminação nas rodas e parte inferior do veículo. Cuidado ao escolher um aerofólio e acessórios como “saias” para o veículo, pois eles influenciam diretamente na dirigibilidade do carro. Peça a um mecânico ou engenheiro, além de pesquisas na internet, para aprender mais sobre o funcionamento e influência destes itens no projeto do seu veículo. Vale lembrar que modificação de cores deve ser informada ao DETRAN para mudança no documento.

Fazendo o tuning com cuidado!

Mudanças no motor e mudanças no desempenho de um veículo podem ser catastróficas, se mal feitas. Ao compreender melhor a sintonia do veículo, você entende que todas as partes são interdependentes e uma mudança errada pode causar um efeito dominó. Tome cuidado ao fazer o planejamento de um tuning com um profissional especializado: muitos deles ainda são amadores e vão sugerir gambiarras só para agradar clientes. Quanto mais perto do modelo original seu veículo ficar, melhor, pois isso respeitará o projeto de engenharia original, com mudanças proporcionais. O tuning pode sim, resultar em um carro muito melhor que o original, quando feito com calma e responsabilidade.

Lembramos que a adição de sistemas turbo ou óxido nitroso só devem ser feitos para carros e veículos de competição. As ruas e estradas não são lugar para corridas. E modificações que desrespeitam as leis brasileiras devem ser evitadas para que não resultem em multas, punições piores ou até resultem na morte de alguém. Faça o tuning do veículo, mas com responsabildiade.

Pesquisar no site
Categorias:

Comente e participe !

X
Notícias de carros por e-mail!