Ao comprar um carro no Brasil é necessário pagar várias taxas e levar o carro até a unidade do DETRAN para fazer a vistoria veicular. Em outros estados a vistoria deve ser feita anualmente, independente do carro ter trocado de dono. O objetivo alegado para esta inspeção veicular é evitar que veículos fora das especificações dos fabricantes ou sem condições de uso sejam legalizados.

Particularmente acho uma enorme perda de tempo e não concordo com o procedimento. Nas várias vistorias que já fiz o vistoriador não foi atencioso o suficiente e não verificou vários itens obrigatórios. Além do mais já ouvi falar de vários casos de “vistoria à distância“, em que um despachante pega apenas o decalque do chassi e sequer leva o carro ao DETRAN para ser inspecionado.

Em todo caso, se ao fazer a vistoria do seu carro você tiver a sorte de encontrar um vistoriador competente, veja um resumo dos itens que ele deverá verificar em seu carro durante a vistoria:

  • Farol alto, farol baixo, luzes piloto, luz de placa.
  • Lanternas de freio, de posição, luz de ré, acionamento das setas, acionamento intermitente de emergência.
  • Espelhos retrovisores
  • Limpadores de para-brisa
  • Pala interna de proteção contra o sol (pára sol) do lado do condutor
  • Funcionamento do velocímetro
  • Buzina
  • Para-choques dianteiro e traseiro
  • Triângulo
  • Extintor de incêndio (validade)
  • Estado de conservação dos pneus
  • Funcionamento do freio de estacionamento (freio de mão)
  • Cintos de segurança: devem existir para cada ocupante do veículo
  • Estepe e ferramentas para substituição do mesmo
  • Emissão de gases: algumas vistorias testam a emissão de poluentes
  • Placa: deve estar com o lacre, sem trincas e sem obstáculos á leitura da identificação.
  • Transparência dos vidros: películas muito escuras acabam não passando na vistoria sendo necessário retirá-las.

Como já foi dito anteriormente, é feito o decalque do chassi do automóvel. Esta é uma prática rudimentar e muito fácil de ser fraudada, mas infelizmente é assim que funciona ainda.

Dependendo do estado do país e do tipo de veículo adquirido os itens a serem verificados podem variar. Caminhões, ônibus e motos tem itens específicos a serem verificados. Em todos os casos, independente do veículo que você tiver, vale sempre o bom senso: qualquer item que seja relacionado á segurança ou que seja obrigatório terá que estar presente e funcionando de acordo.

Espero que agora você possa ir mais tranquilo fazer a vistoria do seu carro novo!

Um comentário para “Vistoria veicular: o que é verificado?”

  1. Diego

    Otima postagem, agradecido pelo esclarecimento. Obrigado.

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Vistoria do DETRAN: compensa pagar despachante?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)