Neste artigo vamos falar sobre como funciona os limpadores de pára-brisa e vamos te deixar por dentro do novo sistema de controle sensível à chuva.

Os primeiros modelos de limpadores de pára-brisa eram manuais, você devia fazer o movimento para um lado e para outro, através de uma alavanca localizada dentro do veículo.

Vamos entender agora sobre os tipos de mecanismo e qual deles possibilita o movimento de maneira eficaz e segura?

O mecanismo

Os limpadores combinam duas tecnologias mecânicas para conseguir cumprir com sua função. A primeira delas é uma combinação de motor elétrico com engrenagem redutora. Ela é responsável por gerar a força necessária para acionar os limpadores. A segunda delas é um inteligente sistema de transmissão por hastes, ela converte a rotação de saída do motor no movimento dos limpadores para de um lado para o outro.

Palhetas

Elas funcionam como uma espécie de rodo. Estas hastes arrastam uma fina tira de borracha por todo o pára-brisa com a função de retirar a água. Você pode tentar prolongar a vida útil das palhetas, para isso, você deve passar um pano emudecido em produto limpa-vidro para retirar a sujeira acumulada.

Pontos de pivotamento

Grande parte dos veículos possui o mesmo modelo de limpador, aqueles modelos que são compostos por duas palhetas que se movem para limpar o vidro. Você deve saber que existem outros tipos de limpadores. s veículos.  Confira os vários tipos de limpadores existentes na imagem a seguir:

Como funciona o limpador de pára-brisa?

Diversos tipos de funcionamento de um limpador de pára-brisa

Controles dos limpadores

Você vai encontrar na maioria dos limpadores um controle de velocidade. Eles são responsáveis por controlar a velocidade em que o limpador vai fazer o movimento completo de limpeza.  Alguns carros possuem só uma velocidade, outros já possuem 10 tipos de regulagens diferentes.

Você deve regular a funcionalidade do limpador para o nível de chuva que enfrentar. Se deixar os limpadores em uma velocidade muito rápida, o pára-brisa vai ficar seco e o limpador vai começar a ranger.

Em contra partida, se ficar muito devagar, a chuva vai atrapalhar bastante a visibilidade do motorista. Realmente é necessário ficar sempre atento para deixar os limpadores funcionando na velocidade certa para fazer a limpeza do vidro de maneira correta.

Os fabricantes estão trabalhando em uma forma de facilitar este controle de velocidade do limpador e atualmente eles podem ter descoberto finalmente uma solução. Você vai saber tudo sobre os limpadores com sensores de chuva a seguir:

Como funciona o limpador de pára-brisa?

Como funciona o limpador de pára-brisa com sensor?

Limpadores com sensores de chuva

Essa grande novidade ainda não é 100% consagrada, mas existe um novo tipo de sistema capaz de detectar o volume de água que se acumula no pára-brisa, este mesmo sistema é responsável por controlar os limpadores.

Este sistema funciona com um sensor que projeta uma radiação infravermelha no pára-brisa em um ângulo de 45 graus. Ele vai detectar se o vidro está seco ou molhado. Através da quantidade de luz que será refletida, quando mais água, menos luz será refletida.

A velocidade do limpador será regulada de acordo com a quantidade que as gotículas se acumulam entre um movimento e outro do limpador. Este sistema é muito comum nos carros americanos e atualmente já existem carros nacionais fabricados com sensor de chuva.

Estamos chegando ao final deste artigo, certamente deixamos vocês com muita informação sobre o funcionamento e os diversos tipos de limpadores de pára-brisa existentes.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)