Nem todo mundo tem condições de adquirir um carro novo. Há também pessoas que acham que não vale a pena (economicamente) adquirir um carro zero.

A verdade é que, independente do motivo, antes de comprar um carro usado deve-se ter alguns cuidados. Um dos fatores de maior preocupação para os compradores é a quilometragem.

Mas, devemos lembrar, que isso não tem tanta influência já que no Brasil há o costume de voltar a quilometragem na hora de vender um carro. E nem sempre, a alta quilometragem é sinônimo de mal uso ou gasto.

É possível encontrar um carro com 100 mil km em condições melhores do que um carro com 50 mil. Tudo depende de como ele foi utilizado.

Veículo com 100 mil km

O estado de conservação do veículo (exterior, interior e peças) é mais importante do que a quilometragem

Algumas pessoas têm carros que são usados praticamente só para viagens enquanto outras utilizam somente no dia a dia, como meio de transporte para o trabalho. Assim, o de viagem terá quilometragem superior ao que só roda nas vias urbanas.

Porém, o carro de cidade (com quilometragem mais baixa) passa por uso severo enquanto o outro não. Consequentemente, poderá apresentar mais problemas do que o voltado para viagens.

A conservação do carro deve ser o fator de maior importância a ser analisado. Há pessoas que não dão a mínima atenção ao veículo, nem se quer trocam o óleo quando precisa. Por isso, há possibilidade de encontrar carros mais “velhos” (10 anos) bem mais conservados do que carros seminovos (de 4, 5 anos).

Antes de adquirir um veículo o ideal é que você leve um mecânico de sua confiança para que ele possa analisar as condições do carro em vista. Também deve-se considerar se a quilometragem condiz com a idade do veículo.

Por fim, pode parecer que 100 mil km é muito para um carro mas, se ele foi bem cuidado durante toda a sua vida a tendência é de que não apresentem problemas mais graves. Problemas comuns todo o carro, até mesmo um zero km, vai apresentar uma hora ou outra.

Aproveite e confira o que deve ser revisado porpreucação após adquirir um veículo usado.

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)